12 mil lojistas participaram do Dia Livre de Impostos 2021

O Sistema CNDL realizou ações em todo o Brasil, desde descontos em produtos e serviços a aulas de educação financeira em escola do ensino fundamental
Em todo o país, milhares de brasileiros se uniram, quinta-feira (27), para protestar contra o atrasado, confuso e injusto sistema tributário. Eles aderiram e participaram da 15ª edição do Dia Livre de Impostos (DLI), ação da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e da Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) realizada com o intuito de conscientizar a população e o varejo sobre a alta carga tributária paga no país e o baixo retorno desse investimento em serviços e equipamentos públicos.
“Este é o momento que todo o país mostra a sua insatisfação com a alta carga tributária e que quer mais celeridade na reforma tributária, tão necessária para o crescimento e o desenvolvimento do Brasil”, explica o presidente da CNDL, José César da Costa, agradecendo ainda a todas as pessoas que participaram da manifestação. “Só temos que agradecer a todos que acreditam no DLI e saíram das suas casas para prestigiar e participar das ações promovidas pelo Sistema CNDL”, completou.

Em 2021, o DLI contou com a adesão de 12 mil lojas em 22 estados e o Distrito Federal. Mais de 15 mil pessoas assinaram ao manifesto online, pedindo pela redução da carga e da complexidade tributária. O site da campanha teve 1 milhão de acessos só ontem (27), dia nacional da mobilização, mas ao longo de maio, quase 2 milhões de pessoas (35% entre 25 e 34 anos) visitaram a webpage para conhecer os produtos livres de impostos. Ao todo, foram cadastrados na plataforma 1672 produtos em mais de 15 categorias.

Campanha do DLI no maior painel de led da América Latina

Para materializar como os impostos representam grande parte do preço dos produtos, no Dia Livre de Impostos, os lojistas participantes da campanha comercializam produtos e serviços sem repassar o valor da tributação aos clientes, possibilitando descontos de até 70%. Os impostos dos produtos vendidos no DLI são recolhidos normalmente pelos empresários, que arcam com este custo. Apenas nos setores de maquiagem e eletrônicos as cargas tributárias são de 58% e 43%, respectivamente.

“A mensagem do DLI é clara: precisamos de uma reforma tributária. O Brasil é dos países que mais arrecadam impostos em todo o mundo e, por outro lado, um dos que menos entregam (estes recursos) em qualidade e serviços. E o DLI une consumidores e lojistas em prol da modernização tributária. Nossa expectativa é de que este ano os parlamentares nos ouçam e avancem com a reforma”, disse Raphael Paganini, coordenador nacional da CDL Jovem.
Só nos quatro primeiros meses de 2021, segundo a Receita Federal do Brasil (RFB), a arrecadação federal soma R$ 602,722 bilhões, com alta de 13,62% acima da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), recorde para o período. No mês passado, o governo federal arrecadou R$ 156,822 bilhões, com aumento de 45,22% acima da inflação em valores corrigidos pelo IPCA. O valor é o maior da história para meses de abril desde o início da série histórica da Receita Federal, em 1995, em valores corrigidos pela inflação.

Movimentação nos estados e municípios

Na capital federal, a campanha do DLI foi veiculada no maior painel de led da América Latina, instalado na região Central. Já na Esplanada dos Ministérios, os pedestres e motoristas podiam ver de perto o Impostossauro, o personagem da campanha que representa o impacto negativo dos impostos sobre o consumo e o ambiente de negócios no Brasil. Com o apoio da CDL Jovem do DF, foi instalado um boneco inflável de 8 metros de altura acorrentado, simbolizando a perseverança dos empreendedores jovens na luta pela modernização tributária e melhor o ambiente de negócios.

Da região central de Brasília, a equipe de coordenação do DLI comandou várias lives, para mostrar como o país todo estava unido em prol da descomplicação e redução dos tributos e impostos. As transmissões ao vivo foram feitas no perfil @portalcdljovem, no Instagram.

A partir das lives, foi possível acompanhar as ações realizadas, de norte a sul, pelas Federações de Dirigentes Lojistas (FCDLs) e as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs). Em Manaus (AM), os ribeirinhos também puderam participar do Dia Livre de Impostos, abastecendo seus rabetas com até 5 litros de gasolina no posto de combustível flutuante. Em Minas Gerais, mais de 600 lojas dos mais variados segmentos apoiaram ao DLI 2021.
“A redução tributária significaria produtos mais baratos, melhorando o poder de consumo da população, e mais possibilidades de expansão do setor produtivo e maior empregabilidade no país”, disse Fernando Cardoso, vice-presidente da CDL BH.

Em várias cidades, foi possível ver longas filas de carros esperando para abastecer com combustível mais barato. Em Brasília, com o litro da gasolina custando R$ 3,79, um desconto de R$ 2,08, o tamanho da fila chegou a aproximadamente 4km. Em Belo Horizonte (MG), o litro da gasolina saiu por R$ 3,22. Foram vendidos vouchers no Portal de Vantagens da Câmara de Dirigentes Lojistas de BH (CDL BH), que acabaram em 20 minutos.
“Este projeto é importantíssimo para o Brasil, pois conscientiza a população sobre a alta carga tributária que incide sobre os produtos. Precisamos equalizar essa carga tributária, para aumentar o consumo do povo brasileiro fomentando o setor produtivo”, ressaltou o presidente da CDL DF, Wagner Silveira Jr.

Consultas ao SPC Brasil e educação financeira para crianças

Em Sinop (MT), localizada a cerca de 480 km de Cuiabá, um carro popular foi içado em uma praça da cidade. Quem passou por ali descobriu que dos R$ 63 mil cobrados pelo carro, R$ 20 mil vai para os cofres públicos federal e estadual. A CDL Sinop também montou no local uma miniloja, onde era possível saber quanto de imposto incidia sobre cada artigo exposto. No município com 146 mil habitantes, 100 empresas aderiram à campanha.
Em Campo Grande (MS), a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso do Sul (FCDL MS) montou um ponto de consulta do SPC Brasil no Shopping Campo Grande, que funcionou na quarta e quinta-feira. Os visitantes foram atendidos gratuitamente.

A FCDL MS ainda promoveu uma ação de educação financeira com crianças de 9 a 11 anos, na escola Desafio Educacional. Incentivada pela federação, a escola trabalhou a temática por vários dias, apresentando os impostos e realizando debates entre os estudantes sobre o retorno desses impostos para a sociedade. O Impostossauro visitou os alunos na hora do lanche, nesta quinta-feira (27), e mostrou o tamanho da mordida que os impostos dão até mesmo nos seus lanchinhos. No final, os alunos ganharam guloseimas para se deliciar.
Já a CDL Jovem Salvador convidou com o educador financeiro e de investimentos Henrique Souza para abordar o tema “Como começar a investir” em live gratuita, realizada na quarta-feira (26). O especialista deu dicas especiais de investimentos para cada perfil de investidor, e explicou a importância de atentar para o orçamento doméstico.

Com informações da Agência Brasil, FCDLs e CDLs.
Foto: Paulo Negreiros

📍Rua Bom Futuro, 455 – Centro, Imperatriz – MA, 65903-150
☎ Fone: 99. 2101-2626
☎ 99. 2101-2612
✉ Mande um e-mail para nós:
cdlimperatriz@cdlimperatriz.org.br